segunda-feira, abril 17

O Projecto Remexido - Feedback

Saudações a todos os internautas/pesquisadores ou curiosos da História do Algarve e Portugal:

O Projecto Remexido está de parabéns, o feedback que temos recebido motiva-nos mais e mais, cada dia que passa. Temos sido contactados permanentemente por estudantes, pais de alunos, descendentes de José Reis, e meros curiosos, que como nós, não se contentam com o que a História oficial nos ensina. Temos disponibilizado materiais e colaborado no que podemos, e sempre que podemos.
Nunca esperámos tanta afluência em tão curto espaço de tempo, e pouco temos feito no que toca á divulgação do projecto.
Não é novidade para ninguém que a História pende frequentemente para o lado do mais forte, do vencedor, e como alguém disse uma dia, "não existem factos, mas sim, interpretação de factos"....
Se és estudante, historiador, autodidacta (como o vosso anfitrião) devemos todos trabalhar, juntos, para a dignificação da memória de alguém, que independentemente da posição política/ideológica que tomou, manteve sempre a perspectiva do povo, e desde cedo, trabalhou com a comunidade, na comunidade; e quando o sistema e a região em que vivia foi "atacado" por ideais liberais/maçónicos, nomeadamente pilhagens e destruição de património da "Santa Igreja"; e respondendo ao apelo de D.Miguel, na célebre Proclamação, José Reis, o Remexido ergueu armas e manteve a guerra acesa por todo o Sul de Portugal, durante anos, organizando emboscadas aos correios e malapostas, atacando povoações e mesmo ás principais cidades, então bem guarnecidas e defendidas permanentemente por soldados fiéis á Rainha. É de salientar o apoio popular de que os Guerrilheiros do Remexido e do Camacho dispunham na Serra Algarvia, e, "como refere Raul Brandão, nos finais do século XIX, nas famílias rurais do Algarve, o retrato do Remexido ainda estava pendurado, ao lado, aliás, do de João de Deus."
E já estava a fugir ao assunto (parece que é de família)…
Começamos a sentir que a memória colectiva não se satisfaz com os ensinamentos oficiais, e queremos agora (e é o objectivo deste balanço trimestral) solicitar-vos nós, apoio.
A todos os que tenham informações sobre este período tão conturbado da história Algarvia e nacional, por favor continuem a colaborar connosco, enviando-nos dados, links, nomes a completar na árvores genealógica, imagens, referências bibliográficas, enfim, tudo o que considerem relevante e que possa preencher mais e melhor, os conteúdos deste site.
Juntos, podemos desmistificar José Reis e as guerrilhas do Sul, e criar na Internet, um espaço que possa ser utilizado por todos aqueles, que nos anos vindouros, necessitem pesquisar e ter acesso a informação, e poderem tirar as suas próprias conclusões.
Informamos, que está para breve a aquisição de um site.org, o qual passará a ser o portal do remexido/remechido. Já obtivemos um pequeno patrocínio para a compra do website, que a médio prazo apresentaremos aqui no Homem da Serra.

Aqui ficam os nossos sinceros agradecimentos e todos os leitores e visitantes. Muito obrigado e continuem a colaborar neste projecto, que também é vosso.


zrbtn@hotmail.com
Mamede

3 comentários:

Anónimo disse...

Fico muito contente com a difusão que este blogue está a ter e espero ter contribuído para isso (tendo dado a nova, após a sua mensagem no meu blogue)!

Parabéns

O Corcunda (lusavoz.blogspot.com)

Anónimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! Tinnitus seroquel 256 mb graphics card pci propecia overdose fucking big tits

Anónimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! 2000 audi a6 xenon conversion Malpractice in pediatrics What is a normal blood pressure in women Gateway voip dect skinny Asociacion latina de atlanta computer software downloads Casino disassociated persons list Ecards free flower